sexta-feira, 8 de abril de 2011

Tolices

VIAJEI PRA LONGE DO MEU CORPO, FUI MUITO ALÉM DA MINHA IMAGINAÇÃO, FIQUEI EM PÂNICO QUANDO ME PRENDI EM MEU SUB-CONSCIENTE, FUI PARALISADO PELA FLOR ORGASMICA QUE VICIA O MAIS PURO CORAÇÃO, SENTIMENTOS HIPOTALÂMICOS DESVIRTUAM A SOCIEDADE E EU VEJO TUDO DE PERTO. SINTO FALTA DA REALIDADE, MAS A FICÇÃO ME ATRAI, COMO UM IMÃ ELETRO-MAGNÉTICO ATRAI O METAL ENFERRUJADO PELO OXIGÉNIO, O MESMO OXIGÉNIO QUE EU RESPIRO, AQUILO QUE ME ENVELHECE TAMBÉM ME DA A VIDA, CONHEÇO VÁRIOS LUGARES QUE ME LEVAM A LUGAR ALGUM E ME FAZEM CRESCER EM TODAS AS DIREÇÕES PRINCIPALMENTE PARA BAIXO, MAS O CHÃO DAQUI É O CAMINHO PARA O FOGO MAIS ARDENTE E A LUZ MAIS FORTE, SEI QUE SE TRATA A PENAS DE ROCHA DERRETIDA, LAVA! MAS EU QUERO CONHECER, MESMO QUE SEJA NA COMPANHIA DE MORPHEU. EU GOSTO DE MIM, EU ME ODEIO, NÃO QUERO ME AFASTAR DE MIM , MAS VIVO LONGE DO MEU EU. O INDIVIDUAL É AGRESSIVO E CALMO, O COLETIVO É CALMO E AGRESSIVO, TUDO É RELATIVO E O RELATIVO É PERIGOSO, LOGO TUDO É PERIGOSO, OU TALVEZ SÓ O PERIGO NÃO O SEJA... A FELICIDADE É PERIGOSA... MAS COMO ALGO QUE NÃO EXISTE PODE GERAS PERIGO, POIS A FELICIDADE NÃO É NADA ALÉM DE FRAGMENTOS DE REALIDADES CONTENTES QUE VIVEMOS. AS VEZES ME PERCO EM MEUS PENSAMENTOS E VIAJO PRA LONGE, LONGE DE TUDO, LONGE DO NADA, PERTO DO QUE NUNCA CONHECI E SE NADA POSSO FAZER PRA MUDAR, DEIXE EU COMPRAR MAIS UMA PASSAGEM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário